//

Tipo

Suporte

Instituição

País

Cidade

Ano de produção

Público-alvo

Função

Tema

Sobre o acervo

História do Acervo de Materiais Didático-Culturais: uma parada no caminho

O projeto do Acervo Materiais Didático-culturais teve início em 2009 e foi finalizado em 2016. Ao longo desses anos foi possível alimentar este banco de dados por meio da doação e aquisição de materiais de diferentes instituições de educação não formal – museus, centros de ciências, ONGs, grupos de pesquisa, etc. – que se encontram armazenados no acervo físico do GEENF na Faculdade de Educação da USP. Graças à diferentes financiamentos e, especialmente, por meio de bolsas do Programa Aprender com Cultura e Extensão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP foi possível que bolsistas de vários cursos de licenciatura se envolvessem na organização do acervo e auxiliassem na sua construção. Agradecemos imensamente a este program e aos bolsistas envolvidos neste trabalho.

A constituição de um banco de dados e, em especial, de um acervo de materiais educativos, é trabalho para uma vida. Envolve e necessita de apoio financeiro e de trabalho humano. Nem sempre esses elementos estiveram presentes ao longo dos anos, sendo esta uma das razões para esta parada no caminho de construção desta importante ferramenta de apoio ao trabalho educativo desenvolvido nos espaços não formais de educação. Muitos frutos foram gerados a partir deste Acervo: a produção de conhecimento sobre acervos educacionais; a inspiração e a efetiva produção de novos materiais; a realização de atividades educativas e oficinas sobre este tema; o desenvolvimento de iniciações científicas, dissertações de mestrado e teses de doutorado; a formação inicial e continuada de professores e de educadores de museus; publicações em congressos, artigos e livros; entre outros. Estes exemplos revelam a relevância de um trabalho de organização e da reflexão sobre a produção de materiais educativos e, é claro, a relevância de existirem acervos como este.

Os materiais reunidos durante estes anos continuam a disposição neste site e no acervo físico do GEENF para consulta aos interessados. Por enquanto suspendemos a recepção de mais materiais e a alimentação do site por tempo indeterminado.

O que é o acervo?

O acervo que aqui apresentamos foi estruturado a partir da coleta, catalogação e organização de materiais didático-culturais na área da educação não formal e divulgação em ciência, com a finalidade de torná-los, de alguma forma, disponíveis para educadores, divulgadores e pessoas interessada no assunto.

O acervo vem sendo constituído pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Não Formal e Divulgação em Ciência (GEENF) da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo a partir da coleta feita por seus membros desde 2002. O GEENF se dedica ao estudo e a pesquisa no campo da educação não formal e divulgação em ciência e a análise e produção de materiais didáticos-culturais voltados à educação não formal em ciência, a educação em museus, a relação museu escola, a divulgação científica, e a temáticas específicas como a biodiversidade.

O acervo também integra itens referentes à produção oriunda do Instituto Nacional em Ciência e Tecnologia em Toxinas – INCTTOX, bem como materiais produzidos por outras instituições que sejam relacionados aos temas abordados pelo Instituto. São materiais produzidos e/ou coletados e organizados pelo Laboratório de Produção e Avaliação de Materiais de Ensino de Ciências e Divulgação Científica, pertencente ao Núcleo Difusão do subprograma Ações em Saúde – Educação e Comunicação em Ciência, Produção.

Porque um acervo de materiais didático-culturais?

Dentre as variadas ações educativas realizadas pelos espaços de educação não-formal como museus, centros culturais, aquários, zoológicos, jardins botânicos, entre outros, encontramos a produção de materiais educativos, na forma de impressos, objetos tridimensionais, jogos, materiais on line, etc. O acervo de materiais didático-culturais que aqui se apresenta tem como objetivo identificar e organizar essas produções, criando a possibilidade desses materiais serem analisados em diferentes aspectos, como aqueles relacionados aos conteúdos científicos, pedagógicos e comunicacionais. Também se espera com esse acervo estabelecer um banco de referência que permita inspirar novas práticas e promover a reflexão sobre parâmetros de produção de materiais didático-culturais em espaços não formais.

Como o acervo está sendo constituído?

Do ponto de vista metodológico, o material coletado é organizado e caracterizado em relação ao tipo (eletrônico, impressos, kits e objetos tridimensionais) e seu suporte. Além disso, são identificados com relação à instituição onde foram produzidos, país, cidade, ano de produção, público-alvo, tema e função.

Cada exemplar está etiquetado para consulta por interessados e os dados são inseridos neste banco. Grande parte dos itens está disponível para consulta no acervo físico do GEENF localizado na Faculdade de Educação da USP.

Neste acervo on line ampliamos as possibilidades de consulta e acesso ao banco de dados de materiais didático-culturais, contribuindo assim na qualificação das pesquisas e das ações de educação e divulgação no âmbito da educação não formal.